Substring em Python

Dica do dia para Python!

Para quem está acostumado com linguagens de script tipo PHP, Perl e Javascript, pode ter um pouco de dificuldade com o Python, pelo simples fato de ele encarar muitas das operações como arrays.

Um dos problemas que tive no começo, foi trabalhar com conjunto de strings. Mas depois de habituado, achei até mais fácil. Vamos para um exemplo:

EM PHP:
$a=”abcdefghijk”;
echo substr($a, 2, 3);

resulta em cde

EM PYTHON:
a=”abcdefghijk”
print a[2:5]

resulta em cde

ou…

def substr(str,origem, tamanho):
return str[origem:tamanho+origem]

print substr(“abcdefgkijk”,2,3)

resulta em cde

Isso foi só para ilustrar um pouco a idéia de que as strings, no Python, são uma representação de arrays em C e os arrays são tratados como conjuntos matemáticos. Quando você começar a brincar, vai ver muito a palavra “range”.

Lembra da teoria dos conjuntos da matémática ? Aqui você realmente na prática acontecendo.

X PERTENCE À R, TAL QUE X ESTÁ ENTRE 2 E 3.

:D

Bookmarksbookmark bookmark bookmark bookmark bookmark bookmark

Popularity: 3%

3 Comments so far

  1. LL on March 18th, 2011

    Isso não tem a ver com teoria dos conjuntos, no máximo com listas.

    Uma string não pode ser abstraída como um conjunto de caracteres (no conceito matemático de “conjunto”), mas sim como uma estrutura recursiva.

  2. admin on March 23rd, 2011

    a string não tem realmente nada a ver com o conjunto, e sim a regra matemática usada para as listas :)

  3. Cacovsky on February 1st, 2012

    que regra matemática?

Vale Presente